Literatura

O Que Ler no Café da Manhã: Indicações literárias

Autor(a): MathVas | 20 de setembro de 2018 | 10:26

Quem nunca acordou de mau humor, olhos entre abertos, secos, com tontura e uma intensa vontade de voltar a dormir? Eu levanto assim, vou lá, tomo o banho mais rápido possível e então vou tomar café. Em seguida me acalmo, ainda estou meio dormindo. Mas sigo para meu quarto e me sento com um bom livro em mãos.

Aaah, como eu relaxo lendo em silêncio no meu canto… Mas confesso que não pode ser qualquer coisa para se ler ao acordar, se não pode acabar me deixando mais irritado e estragando ainda mais o meu dia (sendo que ele mal começou). De certo quando o sol ainda está nascendo para muitos, esse é um dos únicos momentos calmos de muitos, ler um puta ensaio teórico parece a melhor coisa… Mesmo? Você pode ter alguma indigestão, a dor de cabeça pode voltar… você sente o sono chegando novamente. Claro que há teóricos e teóricos, mas há outras opções para relaxar nos poucos minutos que você tem antes de voltar a sua vida de trabalho.

Vamos lá. Prepare um bom café, corte um pedaço de empadão e de torta. Sente-se e desfrute de alguns bons minutos.

CEM ANOS DE SOLIDÃO

Cem Anos de Solidão é um livro com uma história maravilhosa e poética.

Muitas vezes acordamos alegres ou extremamente amargos. Por isso este livro é uma escolha certeira para ambos os casos. Cem Anos de Solidão consegue ser um livro realmente único. Há um motivo de Gabriel García Marquez ganhar o Prêmio Nobel de Literatura… O colombiano sabe contar uma história, além disso, narrá-la de um modo realista mágico, de uma simplicidade que nos arranca os melhores e mais sinceros sorrisos. Com uma narrativa direta e extremamente poética, o escritor conta sua história sem floreios ou extremos detalhes sobre as pessoas, os vestimentas e as casas. García Márquez opta por desenvolver uma história belíssima e acentuar uma magia tão diferente, que por um momento acreditamos que seja possível. Apesar de o livro falar de solidão, e ser um pouco trágico, Cem Anos de Solidão consegue ser uma história gostosa do começo ao fim.

O HOBBIT

Venha acompanhar a companhia de Thorin na jornada para enfrentar um dragão!

Não tem muito que falar do O Hobbit que outros pela internet a fora já não tenham falado. É uma obra fascinante, não pela forma da escrita ou narrativa, mas pelo poder de uma obra dirigida ao público infantil conseguir agradar maciçamente jovens, adultos e velhos, o que atualmente é o seu maior publico (pelo que vejo). Da mesma forma que é um ótimo inicio para o gênero fantástico, O Hobbit é uma boa escolha para iniciar o dia. Sorria com a narrativa de Tolkien, com os bons companheiros da companhia de Thorin e por muitos outros pelo caminho.

O GUIA DO MOCHILEIRO DAS GALÁXIAS

Você já está com sua toalha? Então não entre em pânico, vamos lá desvendar o 42.

Agora, se você quer ficar animado, risonho e sorridente, a melhor escolha para tirar sua amargura pela manha é O Guia do Mochileiro das Galáxias (ou qualquer livro da coleção). Pegue sua caneca de leite, alguns bolachas para comer, sente no sofá (não esqueça da sua toalha) e leia. Vocês logo vão entender porque Douglas Adams é um gênio. Ele vai te surpreender do começo ao fim de uma forma extremamente cômica e “normal”. Você vai rir, vai ficar pasmo e o tempo todo vai ter aquele sorrisinho de canto no rosto, esperando a próxima ironia acontecer. Quando despertar para mundo, tudo vai parecer mais simples, como se nada fizesse sentido. Afinal, qualquer hora o mundo pode deixar de existir, não é?

O HOMEM DUPLICADO

Como você reagiria se conversasse pessoalmente com uma pessoa idêntica a você? Ah, e vocês não são gêmeos.

Se você quer se deliciar com uma ótima escrita e metáforas já de manha, não sinta medo de pegar O Homem Duplicado de José Saramago. Ele vai exercitar sua cabeça já pela manhã, além de te presentear com uma escrita mágica. A escrita e aforma é usada vai parecerá meio pesada logo de manhã, mas requer, na verdade, apenas concentração. E uma vez mergulhado na história, você vai se deliciar da forma que Saramago conta a vida do professor de história, Tertuliano Máximo Afonso.

DAVID COPPERFIELD

História repleta de personagens simples e amáveis, e de outros que são a maldade pura! Venha conhecer essa história de crescimento!

Se quiser sentir as mais diversas emoções, conhecer personagens amáveis e marcantes, uma das melhores escolhas é David Copperfield do grande Charles Dickens. Essa obra prima pode ser grande, mais de mil páginas, mas é lindo. Acompanhamos a história do pequeno David até se tornar um grande e maduro escritor, e para isso ele vai passar por as mais variadas, irritantes, odiosas, tortuosas experiências de vida. Terá que sobreviver num mundo feroz, mas não deixará de conhecer personagens realmente bons, simples e que amaremos muitos. Apesar de grande antagonismo, sempre haverá o bom humor, o sorriso, a forma simples e romanceada que ele vê sua vida e a dos outros.

______________________

Agora vocês está bem alimentado, provavelmente satisfeito; pode fechar o belíssimo livro em mãos, vestir-se, escovar os dentes e correr para seus afazeres, esperando a hora do almoço para ler outro belo livro!

MathVas

MathVas

Como idealizador e criador do Sem Cultura eu só tenho a agradecer sua leitura. Sou historiador, escritor e pesquisador ferrenho de literatura, acredito que, como todo mundo, tenho minha própria voz. Uma voz que está aqui para ser dita, criticada, apoiada. O site busca este horizonte, um lugar onde eu possa falar do que eu amo. E muito do que o site representa, é o que eu sou. E o Sem Cultura está aqui para que amores sejam compartilhados. Não apenas os meus, mas os seus também! Espero construir e escrever textos com vocês, para que possamos semear, juntos, um espaço aberto para todos! Um abraço!


Deixe o seu comentário!

Pular para a barra de ferramentas